Seguidores

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Carta que escrevi pra mim no natal de 1998

Amada Elaine
Nesta data tão importante e significativa, desejo-lhe um banho de amor em sua alma.
Cumprimente o Cristo que habita dentro de você. Ele também precisa de carinho, do seu abraço tão rosa quanto seus beijos de parabéns.
Comemore o nascimento dele, pois é seu também!
Quando chora por alguém que não se importa com você, Ele também chora, porquê essa importância você deveria dar a si mesma.
Aceite o que houve em sua vida, acredite que "ela" quer e sabe que merece algo bem melhor do que uma vida medíocre, sem magia nem esperança.
Você pode criar uma realidade diferente e bem melhor; sabe que pode querida!
Eu te amo muito, me orgulho de você.
Foi preciso tanta crueldade, traições, desprezo, mentiras, falsidade, rejeição...Um "tapa" enorme em seu rosto, para que acordasse e parasse de acreditar que merecia tanta infelicidade.
Fiz de tudo para que não fosse necessário se machucar, mas, infelizmente seu sono era profundo demais. Não percebeu que o castelo era de areia.
Quero lhe dizer que sua dor não será eterna, basta abrir a porta de dentro, sei onde está a chave, tire o tampo da fechadura.
Queira sentir-me, é tão simples e não vê!
Poderei fazer dentro de ti o matrimônio, a sua total união comigo. Você sou eu e eu sou você. Ouça a alegria lá fora. Papai Noel chegou no vizinho. Hoje ele é Deus! Tem o poder de trazer a alegria. É tão simples arrancar sorrisos! Quero que saiba o quanto seu espírito é alegre, então, deixe seu olhar sorrir novamente.
Você é jovem ainda, respire o novo, o belo...Seu poder é grande: Reconstruiu, se adaptou, mudou...Confiou no universo e está indo em frente. Nunca desista de ser feliz
Parabéns! Sua coragem é digna de aplausos.
Pela primeira vez sozinha , porém, com Deus e bem acompanhada de você.
Feliz Natal!
Beijos
Elaine Barnes
24/12/1998

Nenhum comentário: