Seguidores

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Aconchego de Sandra


Tinha lá um pão caseiro com uma fatia de queijo mineiro.
Aqueci,queijo derreteu,ajeitei uma caneca de café com leite...
Bebi. 
Bebericando e saboreando fiquei no deleite.Minas,queijo...
Lembrei com carinho de Sandra.Como gostaria de tê-la aqui!
Saudades do sorriso,do carinho,do jeitinho doce que só um chocolate tem.
Ah os cuidados em ajeitar meus relaxos,com um dom de quem gosta de embelezar!
Saudade daquela compreensão, que só quem tem bom coração deixa falar.
E aquela mesa mineira com pão de queijo feitinho na hora,café coado...Aquele jeito de fazer a gente de casa,falando do trabalho suado e do amor tão sonhado!
Sandra graças a Deus agora é um chocolate motorizado,aprendeu até voar!
Sei que estou lá nas asas dela,às vezes nas nuvens, às vezes no aconchego que me dá.
As amigas de verdade vão buscar a felicidade e a gente fica bem só em saber que estão lá.
Hoje minha saudade tem gosto de pão caseiro com queijo derretido mineiro,dedinho de prosa gostosa e chocolate que não está aqui,mas... Acolá!


Elaine Barnes

13/02/2014

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Eles vão e não voltam jamais!



Dei um grande abraço em alguns Dias.
Há tempos sonhava com Eles e quantas saudades dessa visita!
Assim que chegaram, percebi o tamanho da  minha fadiga.
Passei boa parte do tempo deitando,levantando...Tão perdida!

Depois, passei a papear com os meus amigos Dias, planejando,relembrando...
Fizemos pães,brincamos com meu neto e poucas coisas arrumamos.
Os meus Amigos Dias me pediram pra sentir Deus e oramos.
Eu só tinha a agradecer e juntinhos, ancoramos anjos.

Nós recebemos em casa duas amigas de coração.
E nosso abraço foi carregado  de tanta alegria e emoção!
Ah! Amanhã minhas visitas já se vão e esses Dias,jamais voltarão.
Deixarão muita paz para quem é boa companhia a própria solidão.

Elaine Barnes 04/01/14

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

A Última Lágrima. (Escrevi em 98,mas, ainda vale.) Receita para o "Eu" Novo!

Primeiro junte os cacos,
Veja o que sobrou.
Pegue tudo e acrescente vontade de vencer,
Foi por isso que lutou. Junte perseverança,
Uma pitada de ternura e um copo cheio de amor.
Vá mexendo devagar, mas, com determinação.
A parte coloque: os amigos, parentes e o seu coração.
Vá peneirando e veja o que ficou,
Falsidade, torcida pra que nada de certo?
Jogue fora, não faz mal,
Com certeza esses ingredientes estragariam sua vida.
Que bom! Seu coração se salvou!
Junte todos que passaram pela peneira,
Coloque na mistura e vá mexendo.
Unte uma forma com as últimas lágrimas
De decepção que restaram.
Não se preocupe. Secarão no forno.
Despeje a mistura e acredite que tudo dará certo.
Os ingredientes são ótimos!
Vá em frente! Vida nova!
Não tenha medo,
Se conseguiu preparar essa receita com coragem...
É porque também está preparada pra ser feliz!
Secou a última lágrima e passou no teste de sobrevivência.
O resto é lucro. Então viva agora e bom apetite!

Elaine Barnes 12/98