Seguidores

sábado, 3 de outubro de 2009

O Amor É Um Espírito, Não Assombração!


Não há substituto para o amor. Ele é único, assim como uma música, um poema, uma viagem, o amor por algo, alguém ou alguma coisa. Fica pra sempre marcado na alma.
Não perdemos o que amamos, apenas precisamos estar renovando a maneira de amar. Eternizamos um amor nas saudades, nas lembranças que vem com a intensidade de outrora. Não importa se o tempo passou. É imortal assim como o espírito.
Aprendemos a conviver com marcas que escondemos para contemplar o novo dia que sempre nasce. Se não fosse assim, como aprenderíamos amar a nós mesmos?
O amor não é um vendaval que passa. É uma brisa serena que nos aconchega nos sonhos simples e brandos de dá-lo a alguém, porquê é nosso! No mais é paixão. Assombração! (As paixões são maravilhosas e deliciosas e também podem se transformar em amor, senão, vira ciúmes doentio, possessividade, assombram mesmo).
Na verdade acredito num grande amor nascido da abundancia que espalhamos nas pessoas, nas situações, experiências, coisas, animais, emoções, sentimentos e Ele, o amor, retorna cada vez mais puro, até que se unifique dentro da gente com amorosidade; até que aprendamos que Ele é a cura e não a dor. Sofremos quando nos “apegamos” em nome Dele.
Ele apenas é a liberdade que tanto buscamos.
Deixá-lo livre é permitir que o tempo se ajuste a nossa própria natureza. É permitir que as pessoas “que escolhemos” se amem também e possam deixar um pouco da sua história na nossa, cumprindo sua função, sem tomar posse do que pertence a si mesmo e não a nós.
O amor expande, a carência o sufoca.
O compartilhar de estar amor, ser amor por inteiro, alimenta nossa alma, não dilui o sentir.
A dor nos amadurece ficamos tristes e choramos nossas expectativas frustradas das ilusões que criamos.
O amor é real e também se permite superar, não há substituto pra Ele, estar disponível ao amor, é estar aberto pra alimentá-lo dentro de si para que cresça mais e colocá-lo no novo dia que vai nascer, numa nova música, num verso, numa viagem, num animalzinho, num bebe...Ou numa nova oportunidade entre um homem e uma mulher inteiros. Amor não sobrevive nas metades.

Elaine Barnes 2/10/2002 (Na época saindo da dor e me compreendendo.Renovando-me pra continuar de uma forma diferente, mais pura, mais amorosa comigo mesma)

26 comentários:

GUILHERME PIÃO disse...

Amor é amor...mas para mim há substituto sim...outro amor.
Legal em saber que mora no Horto, residi muitos anos ai, frequentava o CAT, a Bela Napoli e fazia a feira de sabado ai...ehehe
A minha filha ainda esta morando na casa e minha mãe no Bancários, eu me aposentei e mudei para a Praia Grande onde estou a 8 anos.
Tenho garndes lembranças e vários amigos.
Adoro o bairro.
Abraços

Everson Russo disse...

Amor é uma eterna contradição na vida da gente né? se é amor, não justifica ser dor, mas não existe amor sem dor, eu, ja desisti de entende lo..rs..rs...achei lindo o seu comentario de hoje no Livro, e cabe lá o mesmo aqui, aqueles castelos de areia que tanto levamos pra construir, usamos nossa paz, nossa alma, nosso carinho, dedicamos tanto, dai vem a onda do mar e leva num segundo, porque será que é assim, e concordo plenamente contigo, não há substitudo pro amor, ele é unico mesmo, e nem aquela velha maxima que outro amor cura,,,,cura nada, faz é sofrer mais...rs..rs..sei lá, acho que to mesmo melancolico como o pessoal andou dizendo...rs..rs...beijos pra ti no coração e um lindo sabado.

Maria Bonfá disse...

vc já muito querida e especial para mim.. adoro pegar carona nas asas da coruja e viajar.. vc tem esse dom de me fazer viajar.. amo seus textos.. obrigada por sua visita.. beijos

Renata de Aragão Lopes disse...

"Amor não sobrevive nas metades."
Gostei!

Um beijo,
doce de lira

Gilson disse...

Simplesmente demais. Para mim uma definição preciosa do amor. Gostaria de ressalar esse trecho:

"Na verdade acredito num grande amor nascido da abundancia que espalhamos nas pessoas, nas situações, experiências, coisas, animais, emoções, sentimentos e Ele, o amor, retorna cada vez mais puro, até que se unifique dentro da gente com amorosidade; até que aprendamos que Ele é a cura e não a dor."

Abraços

Valdemir Reis disse...

Olá Elaine.

Volto aqui para matar a saudade. Sempre que o tempo permite aproveito para visitar e me atualizar. Confesso que estou ausente face às atividades, mas como diz o poeta; “amigo é coisa para se guardar debaixo de sete chaves, assim falava a canção...” Aproveito para compartilhar o poema a seguir;
"Viva a Vida"...
“Por que Viver é Exalar Pura Energia!
É Devolver Sorrisos.
É Acreditar que o Bem Sempre Vence o Mal.
É Conquistar Amigos.
É Ser Sempre Leal e Fiel.
É Transformar a Dor em Alegria.
É Ter Amor no Coração.
É Correr Atrás dos Sonhos, da Inspiração, e dos Projetos
Buscando Sempre o Entendimento das Coisas.
Viver é Ser Sempre da Paz.
É Orar em Agradecimento pelas Dádivas Recebidas.
É Buscar o que Te Faz Bem, e aos Outros Também.
Viver é Lembrar que o Sorriso é o Idioma Universal.
É Lembrar que o Final não Existe.
É Saber que Tudo é um Eterno Recomeço.
E Ver a Vida Sempre com o Amor no Coração.” A. d.
Votos de um ótimo fim de semana. Muita paz, saúde e proteção. Brilhe sempre! Fique com Deus. Sucesso...

Valdemir Reis

Elaine disse...

Elaine,
Estou aqui para retribuir sua visita, para agradecer suas palavras tão gentis e para desejar a boas vindas ao meu blog.
Já percebi que vamos nos dar bem...
E já percebi que você tem uma qualidade que me falta: o dom para a poesia. Parabéns!
Beijos, bom domingo e fique com Deus.

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Elaine,

Não tem coisa melhor que ser recebida com a porta da alma aberta. Sua acolhida foi de uma gentileza linda. Sobre o amor é isso mesmo. O amor foi lindamente definidade nas suas palavras encantadas.

Espero não perder contato, viu?

Noite de luz!

Rebeca

-

Lidia Ferreira disse...

Eu acho que existem vários tipos amor, amor com paixão, com mais ou menos intensidade, como diz Lulu santos"Consideramos justa
Toda forma de amorr "
amei seu texto
bjs

Maria Bonfá disse...

oi Elaine se eu pudesse te contar pelo menos um pedacinho de minha vida.. vc entenderia tudo.. mas agradeço sua preocupação.. mostra sua sensibilidade que é enorme. te admiro muito..beijo

Kátia Moreira disse...

É estranho, porque seu texto me levou a pensar nas circunstâncias do amor, coisa que eu tinha esquecido um pouco.
Estava eu perdida dentro da minha dor e mal enxergava os outros lados desse sentimento. Você me fez lembrar que preciso reativar o amor que sinto por mim...
Muito obrigada por se expressar tão bem e me fazer mais feliz com sua forma de colocar as coisas.
Admiro você cada vez mais...
Bjao

Maria Bonfá disse...

oi Elaine. anotei seu email e agora coloquei o meu no perfil (sabe que eu tinha esquecido de colocar) hoje é meio dificil..mas amanhã vamos começar nosso papo.. bom domingo.. beijo.. Ah! estou esperando a postagem no outro

Luciano Braz disse...

Garota vc me convenceu ... é por isto que tenho medo desse mago.
Como diz A florbella, Amar, amar, amar e não amar ninguém ... ame a todo mundo e a toda gente, mas quem diz que ama eternamente é por que mente ! Eu prefiro viver assim rsrs !

Linda sua expressão de amor minha amiga ... então que ele seja supremo em nossas vidas e mais que issor que possamos ter ao nosso lado parceiros que tenham esta mesma concepção de vida e paixão.

Tenha uma linda semana,

Abraço deste amigo domingueiro,
Luciano Braz

Everson Russo disse...

Uma linda tarde de domingo pra ti querida, e uma belissima semana...beijos

Ariadne disse...

Amiga, nota mil pelo seu post.
Amor é um bicho estranho que nos vira do avesso. E a gente continua amando e desamando.
Você é show!
Tem hora que eu penso que sou você,rsrsrs!!!
Beijos, boa semana.

RosanAzul disse...

Oi Elaine! Vim te agradecer o carinho de tuas visitas e comentários ao meu blog! O teu blog também está lindo e agradável.
Acho que temos algo em comum não é?? Gostamos de voar! Você vai na coruja eu vou nas asas da liberdade da minha gaivota!! Fiquei feliz emm conhecer vc e teu blog! Sucesso sempre!!
Um abraço de carinho e amizade!
Ro

Maria Flor! disse...

Com certeza o Amor é fonte de vida.
Lindo texto...Parabéns.
Grata pela visita e pelo comentário.
Fiquei feliz com sua visita.
Muita Luz em seu caminhar.

Beijos da Flor!

Everson Russo disse...

Bom dia minha querida, passando pra deixar um beijo carinhoso no seu coraçaõ e desejar uma belissima semana pra ti, eu to em falta contigo, mas vou voltar pra ler o link que me deixou lá, ainda hoje volto...to meio corrido...rs..rs...beijo no coração....

Luana disse...

Elaine, parabéns pelo blog!

O mundo será salvo pela beleza das palavras!

Um beijo

Cadinho RoCo disse...

Não há absolutamente nada que dê mais força ao nosso renovar do que o amor.
Cadinho RoCo

Marcia G. disse...

amor é o basico.
lindo texto.. bj

Lolla...doida varrida! disse...

do-rei! vou seguir
bjus xuxuzinha

A Magia da Noite disse...

o amor é um complexo sistema de sensações e emoções uqe nos aporta tanto a felicidade como a dor, deveremos saber dosear em quantidade equilibradas para poder sobreviver a esse tsunami que chega de uma forma avassaladora e que quando vai, deixa a marca destruidora nas paredes da alma.

INES disse...

É amiga sempre ele, o AMOR.

Amor nao combina com dor, só rima com dor.

Como sempre maravilhoso o seu texto.

Beijos,da sua eterna fa e amiga

janiperes disse...

a dor, muita dor,quanta dor.... um dia passa ou ao menos vai se diluindo..... que bom que todo amor que um dia ou muitos dias foi dor, passa a chamar amorosidade Respeito por si e pelos outros; sempre sujeito a recaídas e ai? bem ai vem ou a maturidade ou será a mais completa insanidade recheada de dor?