Seguidores

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

O QUARTO


No armário embutido na parede,
Guardo as cores quentes e frias;
Elas cobrem e descobrem minha vida,
De sombrias a coloridas...
Nos invernos e verões do meu coração.
A cabeceira da cama com pedrarias e enfeites,
Ostentam meus penduricalhos,
Aqueles que guardo na cabeça enquanto durmo.
São meus sonhos que brilham, que sorriem ou me deixam em frangalhos.
No teto um lustre redondo, feminino como eu.
Tem o desenho de uma gueixa que nunca se queixa
Nos braços de Morfeu.
Meu criado-mudo é meu lado que se cala pra tudo
Que não fala, ouve, pensa. Aprendeu.
A cortina creme veste minha janela.
Cobre o meu olhar pra fora quando preciso olhar pra dentro.
O pé direito alto é meu salto que não pisa, flutua.
A fotografia na parede é a minha memória,
aquela que busca para sempre o agora, na moldura do meu centro.
A minha cadeira gira no meu eixo que às vezes num desleixo,
Desencaixo-me sem respeito com espírito desatento.
Meu quarto é meu inconsciente onde busco notícias de mim;
Onde abro as gavetas e descubro a que vim.
Algumas têm intimidade, outras, realidade...
Tem gavetas com cadeado, segredos que nem sei.
Gavetas de saudades, ah nem tanto assim!
Com coragem já abri a dos fantasmas,
Da gaveta eles correram pra mim...
Tive medo, mas enfrentei mesmo assim.
Não acabam nunca!
Abri a da felicidade e fizemos amizade,
Legal ela, abro sempre e sorrimos juntas.
Do meu quarto saem palavras sem maldade
Procuro acordá-las e trazê-las aqui.
Convido-as a um passeio no quintal
E apresento-lhes o mundo virtual.
Saímos juntas do quarto contamos histórias...
Voltamos e abrimos mais gavetas de memórias.
O meu quarto está longe da solidão,
Tem o barulho de muita gente nesse pequeno mundo,
Um eco na gaveta da imensidão!

Elaine Barnes
Foto: Elaine Barnes

49 comentários:

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Nossa amiga... hoje você superou!!! que descrição mais perfeita de um lugarzinho tão seu... amei......
Amiga...o que é aquilo que eu vi lá no lado esquerdo???? ebaaaaaaaaaaaaa...Davi com camiseta do timão!!!! lalalalalala...já era lindo e fofo, agora...inteligente...dá-lhe Davi, mamãe e papai... E a vovó mais jovem do momento? também é do timão???? rsrsrrs
Bjs amiga e linda semana
Márcia

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Elaine
Fazer amizade com a felicidade. é tudo.
Beijos

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Puxa,Elaine.De coração.Está lindo esse poema. Deu até para visualizar o quarto. E deu também até vontade de descrever o meu, só que o meu é meio bagunçado. Revistinhas amassadas na cama porque durmo em cima delas. Umas no chão. Poesia jogada.Uns livros.Óculos debaixo da cama, porque ou dormir e não aguento levantar pra guardar.Um quarto de poeta... meio largado.Beijos

A Magia da Noite disse...

a nossa memória é um armário compartimentado.

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Ah,literalmente você brincou no SEM VOCÊ.Adorei. Ficou ótimo, singelo, juvenil e romântico.Lindo, lindo.Não brigue comigo, mas você vai ver uma bela surpresa e coincidência,pois estive fazendo caminhada e pensando num poema assim, só que estou chamando meu amor para brincar.Ainda não terminei, não vai ficar parecido, mas lembra o seu SEM VOCÊ.Beijos

Victor Gil disse...

Querida Elaine.
Descrição maravilhosa que um quarto que guarda muita coisa e até tem segredos e saudades, gavetas de memória. Tem teus medos, teus fantasmas, teus poemas mais ocultos.
Gostei de verdade.
Beijos minha querida amiga
Victor Gil

Luciana Klopper disse...

Adooorooooo ler vc, sempre tão sensivel!

Carlos Albuquerque disse...

Este poema é um mundo de sonho e magia

"...Gavetas de saudades, ah nem tanto assim!
Com coragem já abri a dos fantasmas,
Da gaveta eles correram pra mim...
Tive medo, mas enfrentei mesmo assim.
Não acabam nunca!
Abri a da felicidade e fizemos amizade,
Legal ela, abro sempre e sorrimos juntas..."
--
Um mundo de sonho e magia, a gente entra e não quer mais sair!
BJS

Kátia Moreira disse...

Literalmente viajei no seu quarto...
Xero no coração

Anônimo disse...

Olá Elaine,


Nesse teu quarto bem do-curado
já lá não mora a solidão
uma gaveta fechada a cadeado
guarda lá dentre um pouco saudade
é o que eu vejo nesse doce coração

Um beijinho,
José
Reflexões e Outras Divagações

Sandra disse...

Bom dia amiga!
Fico muito feliz com a sua companhia.
E por isso lhe dou um lindo selinho.
Curiosa fica feliz com a sua presença.
Deixei um carinho para vc.
Passe lá e confira.
Sandra

Jéll C. disse...

Ótima descrição do seu quarto.
As fotos do seu netinho são todas lindas *-*
Um fofo ele ;**

Majoli disse...

Ah como é gostoso o nosso cantinho, o nosso refúgio, onde muitas vezes damos de caras com lembranças que nos fazem sorrir, outras horas com algumas que nos fazem chorar, refletir, repensar...mas é nesse nosso quarto que somos nós mesmas, sem precisar de disfarces, de sorrisos sem vontade.

Amei sua descrição, pois eu também vivo abrindo gavetas onde sempre encontro pedacinhos de mim.

Beijos minha querida.
Te gosto muito.
Parabéns pelo poema.

UM TOQUE SUAVE... disse...

Olá, tudo bem? Desejo que sim.
Queres partilhar algo teu para
eu colocar no meu blogue?
Beijinhos

Sandra Botelho disse...

Esqueceu de dizer que dentro deste teu pequeno mundo...
Vive uma estrela, cuja luz por não caber em tão pouco espaço, sai por ai iluminando nossas vidas.
LIndo e sereno teu poema.
Bjos meus minha querida amiga.

Manuela Freitas disse...

Olá Querida Elaine,
Gostei demais do teu poema, tudo fluíu de uma forma tão natural e referes coisas que todos têm, as tais gavetas, onde estão arrumadas por fases as «nossas vidas»!...
Tenho uma brincadeira para ti no meu blogue, passa por lá.
Beijinhos,
Manuela

Livinha disse...

Elaine, que coisa mais linda, que mundo belo, nestes teus arquivos...
Nosso ambiente mais vivo, mais tranquilo, aquele onde a gente se esconde, dos medos e receios, até mesmo os criativos..
Nosso quarto, nossa casa, recanto do íntimo, quando faz o canto em sustenido, ninguém nos escuta, neste mundo obliquo, porque ele tem o nome que a gente traça, no momento de nossa graça, aquele dentro da gente vivo...
Adorei!!!

Bjsss moça!
Livinha

Fatima disse...

Costumo dar vida as minhas coisas assim tb, não com todo esse talento, é claro.
Bjs.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Olá Elaine, tudo bem? Visito-te
com todo o prazer. É smpre bom
ver o bebé.Beijinhos.

Clecilene Carvalho disse...

A cortina creme veste minha janela.
Cobre o meu olhar pra fora quando preciso olhar pra dentro. MARCOU.

Muito lindo! Quero ser amiga intima da felicidade. Estou adorando esta sua fase, acho que já disse isso nè... rsrsrs

beijos.

Maria Bonfá disse...

que lindo amiga... arrasou ! parabens..amo ler o que vc escreve. saudade..beijão

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

O quarto da gente sempre tão carregado de símbolos.

até mais.

Jota Cê

Elaine Barnes disse...

Olá Toque Suave! Tentei entrar em seu blog para falar com você e seu perfil não está disponível.N]ão permite que eu entre . Assim que estiver liberado,gostaria também de conhecer e conversaremos na boa ok! bjs e grata pela visita

RESILIÊNCIA disse...

Elaine

Parabéns por este quartinho tão intimo...

Geisa Machado disse...

Amiga, este seu poema é uma indescência... de tão bom que ficou!!!
Não dá pra comentar..é pra gente ler várias vezes!
Faz um favor pra mim? Não consigo entrar no blog da Lídia (Cor de rosa choque). Mandei um email pra ela, mas uma vez ela me disse que quase não entra lá. Fala pra ela dar uma olhada no email e entrar em contato comigo? Ou se vc puder me ajudar, me help?
Bjussss

Lidia Ferreira disse...

Todos nos temos nos armário com nossos fantasmas cheios traças e teias, e com o passar do tempo fica cada vez mais difícil esconder esse armário ,
Amei seu poema amiga , e voce falou que não tinha ficado bom , imagina se tivesse rsrsrs
bjs

Lidia Ferreira disse...

ja recebi o e-mail e ja mandei resposta
bjs

Everson Russo disse...

Uma vez derrubei esse armario que tinha por aqui, quanta coisa desnecesssaria, e quantas me impediam de seguir em frente, foram varias viagens a lata de lixo, cada hora com alguma coisa inutil...hoje to assim, procuranso essa tal felicidade, não sei bem ao certo se to no caminho, não sei se junto dela virá o tão sonhado amor,,,mas vamos acreditando e nos livrando de tudo que definitivamente nao vale a pena...um beijo e um belo dia pra ti,,,,cheio de carinho.

Saulo Prado disse...

Seu texto só não esta mais lindo do que seu netinho...

Minha amiga venha conhecer meu novo velho mundo www.sauloprado.blogspot.com
sem você ele não estara completo....

Cibele disse...

Elaine querida demoro mais chego rsrsr
Mulher que lindo esse poema, vc é fera hein adoreiii
Vc viu que eu respondi seu e-mail?

beijão te adorooo

Adorei o bebe vestido de Palmeiras rsrsr

Graça disse...

Elaine!!!

Você é um tesouro de ser humano, desses que vão-se rareando, rareando...

Que poema! esse eu faço questão de copiar e trabalhar com os alunos...depois te envio os resultados, pode ser?

Amiga, a mandala é para pegar sim, faça o que quiser com ela, envie por e-mail, poste...
Vc viu que lindona?? Tem uma energia muito boa mesmo!!!

Ando ainda dodói, cirurgia semana que vem, mas tudo bem, tô inteira...graças a Deus!!!

bjss
E busque lá a mandala e o texto...

Zé Carlos disse...

Cadê esta garota linda que sumiu???

Bjs do ZC

Reyel Angel disse...

Elaine, não é p o ouvido o remédio, é p o nervo trigêmeo que dá fisgadas no dente e pode desencadear dores terríveis nos dentes, na língua e no ouvido se não for tratada. Estou tratando. A tontura é do remédio que é muito forte. Bjos na alma, querida.

Everson Russo disse...

Bom dia moça bonita....é claro que aceito o presentinho, vou buscar correndo,,,será guardado no link , www.olivrodosdiasdoispresentes.blogspot.com ,,,,obrigado pelo carinho da lembrança,,,muitos beijos e um lindo final de semana....

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Elaine. Eu fui lá, com maior prazer, mas qual selo devo pegar? Eu também, não entendo muito. Me diz qual que vou colocar no gvpoetapresentes.blogspot.com. Obrigado.Beijos

Zé Carlos disse...

Ah! garotinha, como eu gosto de você !!!!

Tenha uma maravilhosa noite e se não estiver por causa da chuva, me escreva !!!

Beijão

Dani disse...

haha gostei!!

bom de se ler...

lugar de (re)descobertas

beijos.

Sonhadora disse...

Lindissimo poema adorei.
Poetico seu quarto.
Vou voltar
Sonhadora

REGINA GOULART SANTOS disse...

Elaine, minha querida amiga.
Quanta sensibilidade e inspiração.
Seu quarto é um sonho... e é sempre bom estar de bem com os penduricalhos reluzentes que conduzem à felicidade, bem longe dos fantasmas das tristezas ou quaisquer outros mofos do passado.
Adorei a luminária da Gueixa.Linda !
Gosto muito da filosofia oriental.
Um ótimo final de semana
Beijos no coração

Lorena Lima disse...

Olá!!!
Achei seu blog muito interessante.
Estou segui-o, caso goste do meu tbm, fique a vontade para segui-lo também.

http://loreniitaahh.blogspot.com/

Um abraço carioca,

LL

Luísa disse...

Belo quarto, com armários de felicidade e cruzetas de segurança afectiva!
Beijinho terno!

Maria Bonfá disse...

bom dia amiga..estou sem telefone.. (problemas )estou muito cansada.. enfiei tudo no guarda roupa. agora preciso tirar tudo e fazer a escolha..o que fica o que vai..saudade..beijão

Cris Tarcia disse...

Bom dia Elaine!

Que lindo descrição do seu cantinho, tudo fica especial.

Um lindo dia querida amiga, todinho iluminado

Mereço tudo o que é bom.

Não uma parte, não um pouquinho,mas tudo o que é bom.

Agora me afasto de todos os pensamentos negativos, restritivos.

Liberto e deixo ir todas as minhas limitações.

Em minha mente, sou livre.

Agora me transporto para um novo espaço de consciência,

onde estou disposto a me ver de maneira diferente.

Estou decidido a criar novos pensamentos sobre mim mesmo e minha vida.

Meu modo de pensar torna-se uma nova experiência.

Eu agora sei e afirmo que sou uno com o Poder de Prosperidade do Universo.

Assim, prospero de inúmeras maneiras.

Está diante de mim a totalidade das possibilidades.

Mereço vida - uma boa vida.

Mereço amor - uma abundância de amor.

Mereço boa saúde.

Mereço viver - com conforto e prosperar.

Mereço alegria e felicidade.

Mereço a liberdade - de ser tudo o que posso ser.

Mereço mais do que isso. Mereço tudo o que é bom.

O Universo está mais do que disposto a manifestar minhas novas crenças.

Aceito essa vida abundante com alegria, prazer e gratidão, pois sou merecedor.

Eu a aceito; sei que é verdadeira.

Sou grato a Deus - por todas as bênçãos que recebo.

Louise L. Hay

Everson Russo disse...

Meu doce anjo do sorriso mais belo,,,passando pra desjear um sabado cheio de carinho e dizer que seu selinho ja ta guardado no link,,,www.olivrodosdiasdoispresentes.blogspot.com == e claro,,,no coraçao do amigo aqui....beijos na alma,

Lidiane Vasconcelos disse...

...clap clap clap...
Belíssimo!
Quanta inspiração para descrever um quarto... quanta riqueza de detalhes poéticos, uma dança de palavras e me fez imaginar tudo. Que delícia! :)

Srta Butterfly disse...

"...Meu quarto é meu inconsciente onde busco noticias de mim..."

Estou simplesmente de boca aberta....

Este seu texto é simplesmente perfeito...

Sublime...

baterei minhas asas novamente por tão linda flor com total certeza...

Beijos e borboleteios...

Manuela Freitas disse...

Já comentei este teu post, por isso minha querida amiga, vim agradecer o que escreveste no meu blogue, foste muito querida.
Estive a ver as fotos do teu neto, está com um ar de malandreco, muito giro, deves consolar-te com este fofinho!...
Beijinhos e bom fim de semana,
Manuela

Zé Carlos disse...

Olá garotinha querida, ler os seus pensamentos é delicioso.

Ah que vontade de bater um papo longo contigo, deve ser maravilhoso...

Bjs do teu amigo

janiperes disse...

adorei, acho que a partir de hj esse será o meu preferido, será? que maravilhosa inspiração hiem ! show! gostoso demais tráz uma leveza muito boa, parabéns