Seguidores

domingo, 21 de fevereiro de 2010

Desafio


Aquele que:
Cai a um simples toque,
Foge a um simples não,
Parte diante da primeira dor,
Esquece bem rapidamente.
Não entende um simples olhar
Não corresponde a um toque,
Não fica para ver a rosa desabrochar.
Tem medo de todas as batalhas,
Fecha os olhos ao sentimento,
Não admira cada momento,
Não sabe dividir,
Não sabe se calar,
Não sabe perdoar,
Vive a buscar por mais e mais,
Foge sem razão nem explicação,
Acovarda-se diante da dor,
Não sorve o orvalho da flor.
Aquele que é sozinho demais para se livrar de seus ais,
Foge mesmo do amor sem motivos nem sinais,
É um forasteiro da vida.
Alguém que não se entrega com medo da solidão,
Vive em sua própria companhia,
Sonhando que uma princesa lhe aparecerá um dia.
E ele espera...
E o tempo passa...
E os amores vêm e vão, como folhas secas ao chão.
Ninguém nunca entra em seu coração.
Ele não permite.
Até que não haja mais vida
Para esse pobre velho homem
Que da vida esperou demais
Agora morre sem ter nada mais.

Autor(a) ?
Este texto foi escrito por alguém aqui da blogosfera.De seu palpite e deixe no comentário. Quem você acha que escreveu esse texto?

34 comentários:

Sandra Botelho disse...

Que lindo amiga, e que tristeza ser uma pessoa assim,
que não se abre para vida, tem medo de tudo, prefere a solidão que tentar ser feliz mesmo correndo risco.
Melhor tentar e quebrar a cara
a dor é consequencia.
Ou não.
Eu prefiro uma verdade inventada. Como dizia Clarice Lispector.
Quanto ao autor.
Será que é o Everson Russo.
Tem um pouquinho dele.
espero que eu acerte. rsrsrs
Bjos amada!!!
Amo vc viu e to chegando ai heim, faz um cafezinho para me esperar tá?

HSLO disse...

Bom...o texto é triste, mais belíssimo escrito.

abraços

Hugo

Chica disse...

O texto é legal, a imagem já conhecia, mas nem vou arriscar.,Não tenho idéia...beijos,chica

Beatriz Prestes disse...

Quanta verdade minha amiga....
Há tantos assim, fugindo de si mesmos!
Maravilhoso momento!
Estar aqui é um presente para mim. Tua amizade é preciosa demais!
Beijo carinhoso minha amiga
Bea

Neto de Castro disse...

não sei quem escreveu.. mas é muito bom. triste e belo.. :*

gostei muito do seu blog, deixei um espaço pra ele no meu. quando puder, olha lá.

Lidia Ferreira disse...

Não faço a menor ideia rsrs mas e apesar de triste e bonito
bjs

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Elaine
Não vou arriscar, mas provavélmentee alguém que passou pela vidae não viveu.
Umaótimasemana para você
Beijos
bEIJOS

Parceiro e Amigos do Blog disse...

Selinho pra voce !

http://selosmeme.blogspot.com/2010/02/selo-da-aninha.html
Bjs

Vem desfrutar do Amor de Deus disse...

Oi Elaine,
Não queria ser essa pessoa nunca... puxa gostaria imensamente de saber quem escreveu, mas não faço a mínima idéia...
Bjs e tenha uma linda semana...
ahhh...Davi cada dia mais lindo
Márcia

Pétala_Rosadinha disse...

Intenso... lindo!
Se o povo q já está por aqui há mais tempo nao arrisca, imagina euzinha?
Quando será desvendado o mistério?
Terá sido o mordomo?
Rsrs...

Como diz uma adorável amiga blogueira: Montanha de beijos.

Reyel Angel disse...

Vix! Lindo poema, mas 'num' faço menor ideia do(a) autor(ra).
Bjos na alma!

Everson Russo disse...

Na vida não podemos ter medos,,,temos que seguir nossos mais loucos instintos,,correr atras dos nossos sonhos,,,ninguem os fará por nós.....beijos e uma linda semana de carinho pra ti.

Luciana Klopper disse...

Xiii, não tenho a minima idéia! Eu conheço?

Maria Bonfá disse...

texto lindo.. para mim serviu como um puxão de orelha..será que foi a Bandys ? ou sei la quem.. impossivel advinhar.. e vc nem foi ler meu menino.. eu estava doidinha pra te contar a historia.. lindo dia pra ti..beijão

Rose Dayanne disse...

O esperar é nato do ser humano, mas existem aqueles porém q esperam por toda a vida sem que jamais chegue algo... mas o problema não é do chegar o tal algo, mas de sabermos enxergá-lo quando chegar... as vezes está bem na ponta do nariz e não conseguimos perceber... sempre acontece isso... Agora nós, pobres velhos homens estamos assim a esperar... mas que tal fazer, agir e viver... melhor q seja assim...

Não consigo imaginar quem escreveu!

Abraços

Rose

Denison Mendes disse...

querida, lindo poema...
não conheço o autor ou autora.
aproveito para agradecer a visita no meu blog e as tuas palavras generosas.
beijo,
denison

O Profeta disse...

Apetece-me pintar a musica
Que me afaga a alma, desperta os sentidos
Apetece-me pintar-te o sorriso
Unir-te aos meus anseios antigos

Uma tela, universo ávido de um deus
Será o pintor o criador da cor do dia?
Um salteador das sombras da noite?
Ou apenas um semeador da nostalgia


Um boa semana

Doce beijo

Maria José disse...

O autor eu não sei. Só posso dizer que o texto é verdadeiro. Tem muita gente que vê a vida passar e quando acorda, já é tarde. Então, façamos o contrário do que está escrito. Vamos viver, e se cairmos, levantamos com mais experiência. Beijos, amiga, tenha uma semana feliz e obrigada por sua presença no Arca.

Majoli disse...

O texto é lindo, mas eu sou uma péssima vidente...não vou arriscar, mas na curiosidade, é claro que vou ficar.

Beijos e linda semana minha amiga querida.

Beijinhos no Davi.

Lady disse...

Vim passear NAS ASAS DA CORUJA...
O texto é muito bom faz as pessoas refletirem sobre ses atos e o que estão perdendo na vida, a imagem assusta né?rs
Não sei quem é o(a)outor(a), conta pra gente!
Tenha um dia recheado de coisas boas.
Bjão

Kimbanda disse...

Olá,
O texto é muito bem escrito, com criatividade e fluido.
Pode até haver, quem tenha todos esses adjectivos, naturalmente cada um de nós se sincero quiser ser, encontrará aqui partes que lhe cabem que nem luva, outras não.
Tudo isso junto é muito mau carácter, mas há gente assim.
Não sei quem é o autor como todos os que aqui antes comentaram.
Deixo o meu kandando e tudo de bom.

Manuel disse...

Não vou dar palpites, mas quem o escreveu merece os meus aplausos.
Fez-me lembrar o "Se" de Rudyard Kipling.
Lindo

Manuela Freitas disse...

Olá Elaine,
Quem é assim não vive, vegeta...TEMOS PENA!...
Viver é arriscar, é ter coragem de tomar caminhos desconhecidos, é deixar-se ir pelos seus sentidos...
Autor m/ querida?
Não sei...com certeza nem conheço, mas caracteriza bem um género de pessoas,,,
Muitos beijinhos com ternura,
Manuela

Cibele disse...

Amiga, obrigada pelo carinho de sempre!
vc é linda adorooo vc!
Quer ser mnha mãe? mesmo sendo nova e linda vc podia topar??? rsrsrs
obrigada pelo voto na minha boneca, fiquei muito feliz..

beijão no seu coração

Livinha disse...

Deixa a vida passar, sem a frase tão sonhada de poder um dia pronunciar: Eu vivi!!!

Belíssimo texto, verdadeiro e profundo.

Bjss
Livinha

Graça disse...

Aff

depois de ler um belo poema desses, vamos tentar dar o nosso palpite...rs

Elaine, eu penso que o autor seja o José.

Diga aí, amiga, quem foi que escreveu esses versos tão verdadeiros...

Beijos!!!

*gostei do 'desafio' (do título)
e gostei do desafio pra nós, pq me fez percorrer blogs que nem conheço ainda...numa verdadeira delícia de aventura!!!

Puff...vim correndo arriscar...

Rose Dayanne disse...

Elaine vc é uma escritora que rigor e sensibilidade.. Adoro seus textos!

Cris Tarcia disse...

Olá Elaine, temos que esta presente em tudo, colocar nosso coração no que estamos fazendo, nossa vida é cheia de tantos detalhes que preciosos, um abraço, um olhar, um toque, uma flor, uma criança ...

Beijos

José disse...

Olá Elaine,
Um um lindo texto, um bocadinho triste,e também é uma tristeza uma pessoa viver assim, com medo da vida e das pessoas.

Aqui há uma pessoa que disse
Eu raramente me engano
e que dúvidas nunca tem
eu digo que foi a Elaine
porque ela escreve bem

Eu engano-me muitas vezes
e dúvidas tenho quase sempre

um beijinho grande,
José.

Pérola disse...

Estou ótima amiga.
É q estou na correria mesmo rs.
Eu volto com mais calma ok?
Um beijo grande.

Carlos Albuquerque disse...

Elaine!
Desafio difícil, não é!?
O texto vai fundo nos sentimentos.
Tem muito da Elaine.
Estou certo?
Bjs

Carlos Albuquerque disse...

Via agora a sua resposta.
Não invalida o que escrevi. O texto tem muito da Elaine.
Bjs

Juliana Lira disse...

Só sei amiga que esse poema me fez pensar muitoooo!Sabe eu sou de desistir, sou de largar de mão aquilo que não me faz feliz...
Talvez eu devesse fincar os pé, talvez eu devesse ia até o fim, talvez por trás do nevoeiro haja algo...
Fiquei pensando e muitoooooo

Milhões de beijos

Blog do Mensageiro disse...

Clap, clap, clap, clap! Já sei de quem é porque li seu post dos soldadinhos, parabéns a Sandra, o texto é de imensa sabedoria. bjs!