Seguidores

domingo, 9 de maio de 2010

Tarde Demais!


Quisera um dia descrever tua imagem, mas, não o fiz.
O que dizer das palavras, se elas tímidas teimaram em me fugir!
Tarde demais! Quem dera se um dia não me faltassem...Poderia dizer-te que fez de mim alguém; talvez pudesse ter dito mais!
Quem sabe, se as palavras também não lhe tivessem faltado...Poderia ter te abraçado!
Bem, falo de mim para ti. Esqueçamos o passado.
Tardiamente quero dizer que te amei com admiração.
Espelhei-me na tua imagem,
Aquela que não soube descrever por não ter tido coragem.
Sinto tua falta. Ainda que tarde preciso te dizer:
"Como eu quis pra mim este teu grande coração!"
Agora, ainda timidamente, faço uso das palavras,sem medo de escrever bobagem.
Esta tua inesperada viagem, me arrancou uma página que não estava virada.
Faltava um beijo na tua face, um agradecimento...Mais nada!
Agora me falta um pedaço e ainda aceno com mão espalmada.
Não nos dissemos adeus!
Hoje, neste instante posso me despedir com verdade.
As palavras não me faltam mais. Vá em paz!
Mãe, o prazer imenso em te conhecer,me ensinou no perdão das palavras a escrever...Saudades!

Elaine Barnes(Homenagem a minha mãe Nelida Barnes,que suicidou-se aos 48 anos de idade quando eu tinha 24 anos. Uma mulher linda,alegre,criativa, que me ensinou o valor da amizade,da solidariedade e de estender a mão a quem precisar de ao menos...Uma Palavra) Então Doe Palavrasalguém precisa delas mais do que você pensa. Obrigada a todos que vieram a semana toda e me deixaram palavras de afeto,vocês nem sabem o quanto me ajudaram.

28 comentários:

Meri Pellens disse...

Muito triste perdermos alguém q amamos, ainda mais perder pelo suicídio. Elaine, vou colocar sua mamãe nas minhas preces. Achei linda sua homenagem. Bjos na alma!

Sonhadora disse...

Minha querida amiga
Chorei, porque me lembrei também a minha mãe, que perdi tinha eu 23 anos, e ainda hoje me faz falta, não consigo dizer mais nada.
Uma tocante homenagem
Deixo um beijinho
Sonhadora

Chica disse...

QUE LINDA HOMENAGEM E QUE TRISTE FATO,NãO?Minha mãe tentou suicídio e ficou em coma durante um mes e voltou,ainda bem...Mas até hpje(quando aos84 anos, sua vida já, a cada diamostrando que está no fim) ainda não aprendeu a valorizar a vida.Pena! ium beijo,tudo de bom,chica

legal disse...

Parabéns pelo seu blogger, gostei muito, ser você quiser me visita no meu blogger tem

bastante coisa legal, tem game para meninas, do game isa tkm jogos, moranguinha jogos,

relógio e calendário com sua foto, album foto, desenho anime, poema, poesia, frases, musica,

radio, msn nick, mario bros, mapa do google, cria texto avatar, curso de inglês, japonês,

italiano, hebraico, chinês, bbb10, torpedo grátis, Criar uma imagem Glitter, etc..

http://bloglegalnovo.blogspot.com

ou

http://www.up.dahora.net

Espero que você seja meu seguidor

Sandra Botelho disse...

Ai amiga...Essas nossas mamães que teimaram em nos deixar sozinhas...
Quanta falta nos fazem neh?
Quanto eu queria o colinho da minha mãe, poder ter o ombro dela pra ,me apoiar.
Uma palavra amiga quando a dor é intensa em meu peito.
Mas graças a Deus, temos as amigas e amigos, que Deus nos deu como se fossem anjos a nos proteger.
E você amiga é um desses anjos.
Bjos achocolatados.

Livinha disse...

Elaine, lindo teus versos de amor e saudade. Ô minha amiga, bem sei o que isto significa, quando a minha mãezinha que tbém partiu sem dizer adeus. Mas na verdade o adeus não existe, elas permanecem viva no coração da gente, nos acaricia a face, nos eternece nos instantes e nos inspira conforto.
Deus é presente, e o amor jamais tira da gente.

Linda tuas palavras
Bjs ternos pra ti
Linda semana
Livinha

Ivana disse...

Nossa Elaine, perder a mãe desta maneira e ainda ter um lindo sorriso como o que tens... Sou tua fan mais ainda!
Beijos!

A. Reiffer disse...

A tua homenagem também foi belíssima. Parabéns!

Everson Russo disse...

Muitas vezes na vida as palavras nos faltam, e muitas, mas muitas vezes mesmo, as pessoas que amamos nos deixam num vazio sem fim, e fica aquela impressão de que podiamos ter feito um algo mais,,,uma palava a mais,,,um carinho a mais,,,triste a sua historia,,,que Deus te abençoe,,,um beijo de linda semana.

Fatima disse...

Querida Elaine

Estou profundamente sensibilizada com suas palavras. É um privilégio que vc nos concede.
Use suas asas, querida! Voe alto!
Sua mãe foi habitar entre as estrelas, onde tudo já foi compreendido.
Conte com meu carinho.
Beijos
Fátima Guerra

Beatriz Prestes disse...

Minha amiga querida


Estamos apresentando uma Mostra Especial de Poeminis – “Encontros e Desencontros” a partir de imagens dos trabalhos da artista plástica Betty Martins.

Convidamos você, especialmente, para que conheça nossa obra no blog: http://poeminiseimagens.blogspot.com

Sua presença será uma honra para nós!



Beatriz Prestes e Renato Baptista

Majoli disse...

Ai amiga, estou segurando as lágrimas que insistem em brotar aqui dentro do coração e chegar até meus olhos e rolarem por minha face.

Só sei te dizer algo, você é especial, muito especial para mim.

Que Deus a abençoe, muito e sempre, todos os dias de sua vida.

Admiro sua garrra, sua luta e desejo pra ti muitas vitórias.

Beijos e abraços apertados, doidos de saudades do teu carinho.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Elaine com atraso, um beijinho pelo
dia da mãe. Sabe que estou com
problemas de enviar comentários,
às vezes consigo outras não.Estou
em falta com muitas pessoas.
Me perdoe.
Desejo que esteja bem.
Muitos beijinhos e obrigada pelas
visitas./Irene

Luciana Klopper disse...

Amiga, que barra...triste, mas sempre lindo! te adoro

Everson Russo disse...

Um beijo de carinho e amizade pra te desejar lindo dia,,,,

Lilazdavioleta disse...

Elaine ,

mulher guerreira !
Forte abraço .
Maria

Bordados e Retalhos disse...

Elaine amiga, essa sua história, lindamente contada, poeticamente escrita, nos ensina tanta coisa. Vem dái a tua força, vem dái o brilho das tuas palavras. Quisera um dia eu pider sentar contigo para partilharmos as histórias (das nosss maães tão parecidas) dos filhos e de quem mais a gente quiser. O teu comentário no meu blog me ajudou tato nesse domingo nublado que foi o meu dia das mães. Ainda sofro só de pensar e preciso esquecê-lo. O blog tem me ajudado muito, vcs têm me ajudado muito. Abraço apertado pra vc amiga.

Rose Dayanne disse...

FLor, que bela homenagem!
Embora as palavras descrevam um momento triste, mas que remetem a todo ensinamento e falta que lhe faz, percebemos o tamanho de sua emoção! Vamos assim, conservar as lembranças boas e todo o carinho que com certeza não se apaga, pois permanece dentro de nós...
Espero que tenha recebido muitos mimos, abraços, dos filhos e neto, pois sabemos que és sim anjo! Receba também todo o meu carinho e admiração!

Abração... Beijos

Tute Braga disse...

Também sou superafavor da doação de palavras. Mais do que isso, devemos doar nosso tempo e nossos ouvidos aos outros, afinal, todo mundo tem problemas e os nossos não são maiores nem piores do que o de ninguém. Não há como medir a dor.
E que bom que você superou esse fato tão triste e guardou só o que foi bom!
=)

beijos, querida! Sempre bom estar aqui!

Pri disse...


linda homenagem amiga!
emocionou...!!


super bjo!

Luma Rosa disse...

Passei a compreender melhor os suicidas após assistir o documentário "A ponte". Sinto muito, Elaine! Perder quem amamos, independente da forma, dói pra sempre! Beijus,

Mariana disse...

Coruja, agora sei porque as tuas asas são tão grandes q acolhem tantos filhos...
tens um coração cheio de amor, e tb de saudade.
Aonde tua mãe está, ela sabe do teu valor.
Rezamos por ela.

Marilu disse...

Perder um ente querido quando não nos resta nenhuma alternativa em salvá-lo já é muito difícil, imagino qdo alguem a quem amamos tira a própria vida....compreender?aceitar? perdoar?....Mas vc lindamente descreve todo seu sofrimento e a saudade que ela deixou....Esse é o verdadeiro amor e perdão..Lindo...beijocas

Lidia Ferreira disse...

Lindo , simplesmente lindo !

Hod disse...

Com tuas palavras sela e deixa para quem quiser uma Chave de Ouro.
Abençoada tu és.

Beijo pra vc com muitas bençãos.

Alôha,

Hod

ines disse...

AMIGA, LEMBRO DESTE POEMA, QUE PARTE TRISTE DA SUA VIDA NE?

É LINDO TUDO QUE ESCREVE...
BEIJOS

Anita "Menina Flor" disse...

Poxa Elaine, que barra heim, mas creia que ela está olhando a filha linda e maravihosa que deixou aqui. Uma mãe tão presente e dedicada como você é difícil de se ver, continue sempre assim. Beijossssssss.

Geisa Machado disse...

Amiga, nem sei o que dizer diante deste poema tão rico em amorosidade.
Acabei sentindo uma saudade da minha mãe, coisa que há muito tempo eu não sentia.
Bjussss