Seguidores

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

sessão coruja- Moleza Branca

Deixa estar então...
Uma borboleta linda vem de uma lagarta estranha.
Deixa estar...
A folha que a abriga é a estrada pra ela rastejar,
Com toda sua moleza branca .
Se as lagartas nascem,
Existe a certeza de se transformar!
Deixa estar então...
Se vai doer ou não, ela irá crescer
Secará as asas no ar
Sua pele estará no chão e nem irá olhar
Apenas se preparando para o que tem que ser
Deixa estar então...
A folha tb secará e deitará
Nunca mais será a mesma...
E a borboleta de asas lilás
Da lagarta nem se lembrará
Deixa estar então...
Que as flores a recebam
E a deixem ir pousar aonde quiser
Sensível , levando mensagens
Com beleza de mulher
Deixa estar então...

Elaine Barnes 4/12/08

BOCA DÁgua


Mostrava seu sobretudo verde com ares hortelã ,
Cobria então a blusinha branca quase virginal.
A face salpicada com sardas tom de avelã.
Erguia um sorriso sensual.

Limpo seu rosto corado,
Com textura de maçã .
E nas mãos vc é meu barco...
No orvalho fresco da manhã.

Te solto do cais e desliza,
Na boca d`agua nua de paixão.
Num rio vermelho tão doce baliza ...
Você desfila, deixando o sobretudo no chão.

Elaine Barnes (Nesse calor nad como uma fatia de melancia!)
10/12/08
Amigos, tenho uma gde amiga que acabou de fazer um blog, gostaria muito que visitassem , pois, vale a pena http://geisamachado.blogspot.com/ A força e a beleza de ser mulher " Em busca de um Príncipe" está de arrasar! Texto excelente mesmo! Espero que gostem e sigam. Muito Obrigada

20 comentários:

Chica disse...

Tudo lindo aqui e aqui nem dá vontade de comer melancia, é tanta chuva, tanto dia feio, chuvas ,temporais...Mas por aí, ficou lindo!beijos,chica

Ianê Mello disse...

Lindo poema!

Gostei do seu espaço.

Beijos

Mariana disse...

Belo o poema.
Adoro melancia, mas eu acho que aqui no Rs vai demorar para aparecer.
bom fim de semana
bjs

Fatima disse...

Seu poemas são tão lindos e delicados.
Vc acredita que eu não como melancia, mas amo perfume que tem como essencia a fruta. Um exemplo:
Escape(feminino) de Calvin klein.
Amo!
bjs.

Victor Gil disse...

Oi Elaine.
Poesia rima com melancia. Por aí que está agora a aquecer o tempo, deve saber bem. Agora aqui não. está a começar o frio.
A companhia da foto é seu neto? Desejo-te as maiores felicidades. também para os papás. Agora passou a ser vóvó coruja rsrsrsrs......
Beijos querida amiga.
Victor Gil

SAULO PRADO disse...

Adoro voar nas asas desta avó coruja...


Que melancia suculenta (rsrsrs)...

Beijos e tenha um lindo final de semana!!!

♥ ♥ Eu disse...

Lindo amiga...nada mais será igual, deixa estar então e a transformação como a borboleta se renovará.

um grande beijo e ótimo fds prá vc!

Ah! e como está o Davi?..dá um beijinho nele por mim, tá.

Maria Bonfá disse...

querida! saudade! eu de manhã sai mesmo..estou de volta.. lindo seus textos ! nossa ! senti uma saudade enorme de te ler.. beijos no netinho lindo. beijo..beijo..beijo

Clecilene Carvalho disse...

Boa dica, o blog da Geisa é bom mesmo! Gostei muito dos textos!

Luciana Klopper disse...

Amei vir aqui, o Davi é seu primeiro anjinho? eu tenho uma de 8 anos..bjs

Sandra Botelho disse...

Ah amiga...
Uma amiga minha sempre me diz: Sandra sai do casulo...
Acho que preciso mesmo deixar o casulo e alçar voo.
Lindo poema amiga, aliás como todos.
Bjos no coração e tenha um lindo final de semana.

ઇઉ Flor disse...

Olá Elaine,vim te parabenizar por ser vovó.
Não sou nem mãe, mas ser avó deve ser uma experiência maravilhosa. Parabéns por essa nova pessoinha na vida de vocês.
Um grande abraço.
Beijinhos...

Nem ao menos sei disse...

Oie... Elaine
Obrigado pelo comentário lá no blog...
Vc está sempre presente qdo entro em "turbulência"
...Obrigado, Obrigado, Obrigado..
Já tenho vc como uma grande amiga...

Adorei a poesia da Borboleta, é o que espero que aconteça comigo...
Que os espaços vazios, um dia preencham -se de uma coisa especial, leve, risonha...

Majoli disse...

Duas lindas poesias você nos trouxe minha querida, amei.

E como está o Davi?
Adorei sua foto com ele no perfil, eita vó coruja sô...rs.

Vou conhecer o blog de sua miga.

Beijos queria e um lindo final de semana.

ღ SOL ღ disse...

Bom dia, Vovó Coruja...rsrs...
Está linda de radiante, nesta nova imagem do seu perfil. A energia da alegria, transparece tão natural e espontaneo, que contagia, a todos.Tem um selinho para voce no meu cantinho. Beijos, para querida vovó.

Kátia Moreira disse...

Nem sei se dou os parabéns primeiro pelo poema ou pelo nascimento da sua "estrela bebê", porque ambos merecem PARABÉNS!!!!
Xero no coração...

Sandokan disse...

Este poema encanta um belo prínciupe adormecido. E fá-lo voltar *a vida.

*****

Necessitamos de amor. Ele dá sentido às nossas vidas. É o combustível que nos anima. Sem ele é difícil suportar o destino, ou amar a vida.
O amor é-nos intrínseco, e, de acordo com certa visão científica, ele é o herdeiro de um certo sonho bacteriano: o sonho remoto de qualquer bactéria em se unir e fundir com outra.
Alguns pensadores, sobretudo modernos e contemporâneas defendem que o homem não pode prescindir da ilusão. Ela faz parte da natureza humana, e é uma forma de fugirmos à vida real, e ao sofrimento e falta de sentido presente no fundo da nossa existência. A vida passa pelo sonho. O homem não suporta viver constantemente a verdadeira realidade.
Abençoado seja o que inventou o sono, a manta que cobre todos os pensamentos humanos, o alimento que satisfaz a fome, a bebida que apazigua a sede, o fogo que aquece o frio, o frio que modera o calor, e, finalmente, a moeda corrente que compra todas as coisas, e a balança e os pesos que igualizam o pastor e o rei, o ignorante e o sábio.
Devemos agradecer às ilusões. E aceitá-las sem queixumes, se porventura colidem com a realidade e se desfazem em pedaços. Elas são, afinal, uma forma de dar sentido à vida.

Chris... ჱܓ disse...

Que beleza!
A melancia deliciosa me deixou de água na boca...
LINDO poema!

Um lindo domingo de muita paz!

Bjos milll...

Manuela Freitas disse...

Olá Elaine,
Quanta poesia bonita está a sair das tuas mãos e dessa essência que tens em ti!
Parabéns vovó babada!...
Beijinhos
Manuela

Juliana Lira disse...

Oi Elaine

Que bom que existe essa transformação, que bom...Deixa está que um dia eu também viro borboleta rsrsrs

Quanta sutileza pra falar de uma das frutas que mais gosto!

Tô indo visitar sua amiga...

Milhões de beijos