Seguidores

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Os Frascos


Se fosse um frasco qual seria?
Que forma teria?
O que guardaria?
Às vezes vejo as pessoas como frascos;
Desde transparentes, coloridos ou muito escuros;
Com formatos e conteúdos diferentes.
Tem aqueles de formas redondas com jeito que nutre;
Aroma de fruta, como compotas de carinho.
Alguns com quantidade pequena de perfume;
São amostras grátis bem fininhos.
Outros grandes com colônia pra usar todos os dias,
O aroma tem pouca duração no dia e muito longa no armário. Seu uso é por costume.
Já vi frascos tão escuros que não descobri o que tinha lá dentro.
Deparei com um vermelho, lindo, mas a tampa colada. Ninguém conseguiu abrir.
Nunca! Acabou jogado no chão de um carro, pra ser trocado por outra coisa em algum lugar que não se sabe onde. É, às vezes são deixados com pessoas como quem não quer nada, pois, não assumem o vermelho. Aí esquecem com alguém feito libido engarrafada.
Um dia peguei um tão bonitinho, transparente com fios dourados aplicados por fora, como um bordado. A tampinha tão delicada! Um frasco romântico, tão lindinho que roubaram. Era facinho, facinho!
Cheguei a pegar um muito colorido, a tampa era bem enfeitada,um frasco maravilhoso! Quando experimentei era pimenta da mais ardida! Sensação rápida, não durou muito. Que queimou, queimou!
Há pouco tempo achei um frasco num antiquário, era escuro, antigo! Quando abri, era de remédios.Doentinho tadinho! Me lembrei de um que tive no passado que agora deve estar assim. Quando era adolescente me chegou às mãos um frasco com formato de coração, admirei o jeito, linhas românticas. Com o tempo foi ficando embaçado, parecia vidro jateado, logo esvaziou. Eu esfregava pra ver se voltava o brilho, gostava dele, mas, não teve jeito, descobri que muita gente pegava, por isso sujou, gastou, quebrou.
Gostei de um grande, parecia mais uma garrafa daquelas que impõe presença Pareceu-me que guardava um vinho nobre, me enganei. Era refrigerante sem gás nenhum. Colocaram lá pra pegar bobos mesmo. Caí. Fazer o quê?
Fiquei impressionada com um frasco esguio, longo com uma tampa de vidro redonda linda! Era uma licoreira. Dentro, um delicioso licor de chocolate. Todo mundo que viu resolveu dar um jeitinho de experimentar e o que era doce acabou rapidinho.
Outro então era cristalino, pelo jeito que tinha achei que fosse de água benta mesmo, que cura almas feridas, que perdoa quem se engana... Impunha até um certo respeito. No final do dia já estava vazio. Desconfiei. Constatei que era aguardente.
Uai tem frasco que engana oras!
Mas os transparentes de formas anatômicas, ah, esses são maravilhosos, a gente vê o que tem dentro, sente o aroma, enfeitam, duram, perfumam, nos dão prazer em tê-los.Raríssimos, mas, existem sim. Alguns duram pra sempre, cristal puro, daqueles que tem de ser bem cuidados mesmo. Valem a pena o investimento.
Se eu fosse um frasco seria transparente, teria a forma de uma flor, guardaria uma suave fragrância, mas duradoura.A tampa seria charmosa, bela e receptiva. O conteúdo simples, mas delicioso, envolvente.
Credo que pretensão!
Ah, se eu fosse um frasco sei lá! Acho que estaria no mar com uma mensagem de amor dentro: “Conhece-te a ti mesmo!” Será que seria encontrada?

Elaine Barnes
19/08/09



7 comentários:

(Carlos Soares) disse...

Não importa o tamanho do frasco ou sua forma, né querida? Mas sim sua essência. Garanto que você é um belo frasco. Beijos e obrigado pelo carinho.Ótimo fds

Anita disse...

Olá amiga,

Cometi um pequeno descuido, ao clicar em publicar seu comentário, cliquei em recusar, peço desculpas e espero que comente de novo, que será um prazer

Bjs e bom domingo.

Anita disse...

Eu mesma seria um frasco cheio de amor, de carinho e todo colorido para que o mundo sorrisse um pouco mais.
Você é um frasco encantador.

Bjjjjjjjjjjjjjs

Marcia G. disse...

lembrei-me de uma musica que diz assim: "coloquei um uma carta numa velha garrafa, um pedido da alma.. salvem meu coração!"
bj

Nem ao menos sei disse...

Gostei demais do seu texto^^
Eu seria um frasco bem pequeno daqueles que ficam escondidinhos no meio dos grandes e chamativos... Talvez nunca fosse achado.. mais esperaria com o conteúdo sempre pronto

Majoli disse...

Bom dia Elaine, vim retribuir sua visita.
Li sobre tua filha, mas não consegui deixar comentário no post, imagino a saudade que deva estar sentindo.
Tua filha é linda, parabéns.

Sobre o texto de hoje, sinto que sou um frasco cheio de amor, de mistérios, mas bem tampadinho, esperando a hora e o local certo pra ser aberto, desvendado.
Amei seu texto.
Beijos no coração e obrigada pelo carinho lá no rabiscos.

Lidia Ferreira disse...

Parabéns amiga, lindo texto

humm! acho que seria uma colônia para ser usado todos os dias, mas seria transparente so pela metade, tentaria guardar algum mistério rsrsr
bjs