Seguidores

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Amigos,ficarei com mais saudades


Olá amigos!
Venho com um pouco de dificuldade agradecer a presença na blogagem coletiva Auto-Estima e o Feminino do blog Diários de Bordo da Aleska.
Infelizmente comecei com uma forte dor de estomago no domingo para segunda-feira, por isso não consegui ir retribuindo o carinho de todos.
Na terça piorei bastante com dores fortes no abdômen e minha amiga Ellen levou-me ao hospital. Muitas horas depois houve a suspeita de apendicite e queria me internar. Saímos fugidas do hospital público e fomos para um aqui na zona norte que me convênio cobriria.
Fiz tomografia e ultra-som, A apendicite não apareceu em nenhum desses exames, porém as dores e exames manuais informaram que ela existia. Na quarta-feira minha filha foi no horário da visita e chorou muito. A Ellen havia ficado comigo das 15h até às 4h da madrugada. Nem sei como agradecer é tão imenso tudo que ela fez!
Fiquei sem bateria nos dois telefones e ninguém sabia de mim!
Operaram na quarta-feira mesmo, e a coisa já estava grave!
Hoje cheguei em casa e fiquei feliz, mesmo com as dores e tanto medicamento, pois A Ellen havia providenciado uma faxineira. Minha filha foi me buscar com a tia do meu genro, me trouxeram aqui e logo foram atrás dos remédios. A Sogra da Filha que se chama Silvia já apareceu com almoço e jantar pra mim.
A Vizinha Lisa já havia recolhido minha roupa e ficou a disposição do que precisasse; Laila minha amiga e secretária da imobiliária já resolveu os problemas com a fatura da net e o banho do flic no Pet shop que deixei pago e não pude levar. Os gatos e cachorros, meus e a da vizinha vieram alegres e aliviados me receber. Que falta eu senti deles!
Maria Bonfá me ligou e a Sandra Botelho também e daqui a pouco estará por aqui, claro que depois que resolvi o problema das baterias, rs...Fiquei dias incomunicável! A família me procurava e não me encontrava, mas, já consegui avisar minha prima que estava atrás de mim feito louca.
Vou ficar mais quinze dias se molho e se der febre tenho que voltar ao hospital.
Amanhã outras amigas também virão aqui e domingo já sei que a Bete Forster uma outra migona também virá, ela já mandou avisar. Todas sendo solidárias e querendo ajudar de alguma forma.
Ah O Davi e a Amanda madrinha dele também estavam no carro.Gente fazia uns dias que não o via. Quando desci do carro pude olhar bem pra aquela carinha mais linda, não faltou vontade de apertar as bochechas.
Então, obrigada pela atenção de todos e voltarei assim que puder pra minhas visitas que tanto gosto. Não me esqueçam heim!Montão de bjs e abraços a todos os amigos, pois de verdade, minha vida sem vocês seria uma tristeza.
Amo a todos!
Elaine Barnes
23/07-2010 as 16:30 h

domingo, 18 de julho de 2010

Blogagem Coletiva-AUTO-ESTIMA E O FEMININO


Fiquei pensando o que falar e como participar dessa blogagem se a minha auto estima não é nada alta. Teoricamente sabemos muitas coisas sobre ela, mas, na prática mantê-la em alta requer exercício e treino, até incorporar.
Para as mulheres que são lindas, magras,podem se vestir na moda, cuidar da pele e do cabelo nos melhores salões com melhores produtos; ainda fazer academia, realmente cultuarem o físico,a estética... A auto-estima sobe pra caramba! Todo mundo elogia, enaltece o quanto é jovem e bonita...Ela sente-se bem consigo e leva a vida muito feliz.
Outras ainda trabalham, são formadas, ganham bem, independentes, dedicadas, disciplinadas e resolvem tudo. Auto -estima lá em cima!
O exemplo um de repente encontra o príncipe encantado e no decorrer do andar da carruagem ele esfria, não elogia, nunca diz que está bonita, não curte as amizades que ela tem, odeia a academia, começa proibir tudo...Se ela tiver uma auto-estima verdadeira, vai se colocar, tentar resolver e senão acontecer vai deixá-lo. Se não for verdadeira, ficará pra baixo do jeitinho que ele quer,se submeterá para agradá-lo.
No exemplo dois. Se alguém chamá-la de burra e incompetente...Se a auto-estima for verdadeira, não se abalará e responderá a altura continuando sua caminhada. Se não for, chorará no banheiro, irá pra casa em lágrimas pensando em como descobriram seus pontos fracos, que não é tão boa assim, que não poderia ter errado, que é uma burra mesmo...Cai do salto!Auto estima despencada.
Já percebi que a minha está ligada ao trabalho. Preciso sentir-me útil, produtiva e ser recompensada. Se não tenho retorno do meu lado profissional fico mal.
Para encerrar esse tema que vai longe, ter auto-estima na minha opinião é amar tudo que vem de dentro e se sustentar por ele. Sentir-se à vontade sendo nós mesmas com nossas qualidades e defeitos. Não nos intimidar com quem só quer nos por pra baixo. É se bancar internamente se o externo nos agride. É seguir, mesmo quando tropeçamos e caímos, porque acreditamos de verdade que vamos levantar. É ficar do nosso próprio lado mesmo que o amor da nossa vida não esteja.É jamais nos abandonar
para não ser abandonada, por quem só tenta derrubar nossa auto-estima. Uma frase que li na lousa uma vez e nunca esqueci: “Quem ama não se submete”.
Elaine Barnes
Foto site Olhares-Autora Marilis
Blogagem do blog Diários de Bordo da Aleska

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Blogagem Coletiva-Tempos de Criança



Bonecas Esquecidas

Lembra da susi e da beijoca,
Do glu glu e da amiguinha?
Da risada da guigui e sua melhor boneca?
E quando deixou de ser menina?

O algodão doce no parquinho,
A música oferecida por um fã,
O coração a se entregar todinho...
Ao mel do interessante galã.

O primeiro beijo na roda gigante,
A novidade de um romance.
A pureza da libido adolescente,
Vivida a todo instante?

As bonecas esquecidas num canto,
Agora eram só um relance;
Todas elas te chamando...
Sem nenhuma chance.

A vida com outros enfeites,
O primeiro salto alto...
Árvores encobrindo corpos quentes.
Pegadas de paixão no brilho do asfalto.

Ficou lá atrás a amarelinha,
Com cascas de banana dobradas...
Dominava dez casas sozinha,
E ganhava o céu estrelado!

Sonhava com o“para sempre” amor...
Príncipe dos olhos teus,
Sem sombra de alguma dor,
Sem a prisão do adeus.

A música sendo escrita,
Letra de Afrodite na melodia de Orfeu
No arranjo muita auto-estima,
Porquê o cantor era teu!

Se crescer doeu e desceu
Ao porão da ilusão e seus véus...
Você nem percebeu que a canção,
Tocava no inferno do teu céu.

E as bonecas tão cedo esquecidas,
Ainda sorriem tingidas pelo tempo,
Sentadas na passarela da vida...
Feito túmulos mágicos de segredos.

Elaine Barnes ( Se tem 50 anos vai lembrar dessas bonecas)
22/11/09 foto site olhares autor Jota Junior

Promovida pelo blog aniversariante É O Menino -Homem?
Vejam quarto encontro das Bloggirls Nos Olhos da Coruja
Ah não esqueçam de participar da campanha Adote um Blogueiro
Dia 19 de julho teremos mais uma blogagem coletiva"Auto-estima e o Feminino no blog Diário de Bordoda Aleska. Participem!

terça-feira, 13 de julho de 2010

CHUVA PASSAGEIRA


Que chuva é essa, que refresca minha mente,
Que destrava meus dentes,
Que alivia o que está quente,
Que refresca minhas lágrimas?

Chuva de paz,
Que só amigo trás,
Chovendo abraços,
Embrulhado em laços.

Penso que o amor,
Seria chuva de flor,
Lavando a alma,
Pedindo calma.

Lembro-me da paixão,
Chuva no coração,
Que não quer sair do começo,
Pois no fim tem seu preço.

Lá vem chuva de granizo!
Com barulho de guizo
E me tão sinto agredida,
Pela realidade perdida.

Escondo-me em um beco,
O guarda chuva é de frevo,
Procuro a fantasia sonhada...
Mas se foi pela enxurrada.

Que chuva é essa que me banha
De frescor e alegria,
E me bate sem piedade
No outro dia?

Só quero agora um pouco de chuva colorida!
Banhar-me com as cores quentes da vida.
Que essa realidade criada e fria...
Seja água de ontem e hoje me sorria.

Elaine Barnes(Todo na vida passa,então vou ficar do meu lado)
13/07/2010 Bloggirls 4ºencontro Não deixem de ver !
Inscrevam-se para uma blogagem coletiva no blog Diário de Bordo o tema é " Auto-estima e o feminino" deixe um recado lá dizendo que quer participar,será muito bom para todo mundo!
Ah e tem campanha adote um blogueiro

sábado, 10 de julho de 2010

Tirar o Chapéu e Alcançar o Céu


Eu tiro meu chapéu para o amor, seja ele romance; escrito; falado; cantado, beijado, planejado, simplesmente sussurrado...Vivido!
Acho bonito quando as pessoas têm o maior compromisso consigo mesmas e vão se purificando,melhorando,tornando-se mais compreensivas e menos possessivas.
Se tivesse um chapéu não tiraria para aquele amor sofrido, que chora, que não confia, que faz chantagem e que vigia.
Quem não viveu um amor assim? Que não trás alegria nem felicidade, só dor e insegurança sem nenhuma temperança? Quem não viveu num inferno quando só desejava o céu?
Não adianta querer o novo, o melhor, o diferente... Alimentando a mesma postura que achava certa. O “outro” sim estava errado! Aí é fácil né? Vitimista sem amor próprio!
O amor é como um espírito de luz, não um encosto! Tem vida, energia, precisa de alimento que vem da gente não só do outro.O amor é seu e meu, senão é vampiro!
Tiro meu chapéu para o amor que amadureceu, se valorizou e encontrou seu par mais inteiro. Que confia, que vive e deixa o outro viver, que tem bom humor e acredita que o nosso maior compromisso é com a vida porque o amor...Só pode nos libertar!
Ele permite que possamos ser nós mesmos,sem fazer "Tipo" e nem nos diluirmos na relação. Quando dói,sofremos indiferença,humilhação,insegurança,despreso,desespero...Pode dar qualquer nome,menos AMOR!
Elaine Barnes
13/03/2010
Foto Olhares- Autora Dina Rito
Visitem Bloggirls Postagem da semana com Sandra Botelho Ela publicou um poema meu no "Meu Aconchego" e teve um comentário de arrepiar,nos chamou de burras,rs...
Inscrevam-se para uma blogagem coletiva no blog Diário de Bordo o tema é " Auto-estima e o feminino" deixe um recado lá dizendo que quer participar,será muito bom para todo mundo!

terça-feira, 6 de julho de 2010

A PANELA


Ela vem a milênios se modificando
Mas a função é sempre a mesma
Alimentar!

Cada um cozinha nela
O que pode e o que tem;
Depende da criatividade
Do real que foi vintém!

Panela é necessidade:

Pode fazer doce com canela,
Se você está bem.
É só chegar perto dela,
E a água na boca vem!

Se estiver com raiva,
Pode atirá-la em alguém...
Então é melhor nem cozinhar nada,
Comida raivosa é veneno também!

Sua forma redonda e charmosa,
É um símbolo feminino.
Fica também muito vaidosa,
Quando é mexida pelo masculino.

Ela cria a receita,
Ele ordena a idéia,
A toalha desmaia na mesa,
Enquanto a colher rebola na panela!

Alimentar é uma arte!
Vazia, ela se apronta pra receber.
Cheia, ela cumpre sua parte
No ciclo de oferecer e viver.


Elaine Barnes Meu outro blog Nos Olhos da Coruja
Foto olhares-autor Soter França Junior