Seguidores

sábado, 10 de julho de 2010

Tirar o Chapéu e Alcançar o Céu


Eu tiro meu chapéu para o amor, seja ele romance; escrito; falado; cantado, beijado, planejado, simplesmente sussurrado...Vivido!
Acho bonito quando as pessoas têm o maior compromisso consigo mesmas e vão se purificando,melhorando,tornando-se mais compreensivas e menos possessivas.
Se tivesse um chapéu não tiraria para aquele amor sofrido, que chora, que não confia, que faz chantagem e que vigia.
Quem não viveu um amor assim? Que não trás alegria nem felicidade, só dor e insegurança sem nenhuma temperança? Quem não viveu num inferno quando só desejava o céu?
Não adianta querer o novo, o melhor, o diferente... Alimentando a mesma postura que achava certa. O “outro” sim estava errado! Aí é fácil né? Vitimista sem amor próprio!
O amor é como um espírito de luz, não um encosto! Tem vida, energia, precisa de alimento que vem da gente não só do outro.O amor é seu e meu, senão é vampiro!
Tiro meu chapéu para o amor que amadureceu, se valorizou e encontrou seu par mais inteiro. Que confia, que vive e deixa o outro viver, que tem bom humor e acredita que o nosso maior compromisso é com a vida porque o amor...Só pode nos libertar!
Ele permite que possamos ser nós mesmos,sem fazer "Tipo" e nem nos diluirmos na relação. Quando dói,sofremos indiferença,humilhação,insegurança,despreso,desespero...Pode dar qualquer nome,menos AMOR!
Elaine Barnes
13/03/2010
Foto Olhares- Autora Dina Rito
Visitem Bloggirls Postagem da semana com Sandra Botelho Ela publicou um poema meu no "Meu Aconchego" e teve um comentário de arrepiar,nos chamou de burras,rs...
Inscrevam-se para uma blogagem coletiva no blog Diário de Bordo o tema é " Auto-estima e o feminino" deixe um recado lá dizendo que quer participar,será muito bom para todo mundo!

50 comentários:

Sueli disse...

E eu tiro o chapéu para você, Elaine! Esse texto tem muito a ver com a vida de todos nós e com tudo que tenho aprendido nesses últimos anos. Quantas peças a vida precisou me pregar para que eu entendesse a verdadeira essência do amor: a liberdade. Não somente a liberdade que damos ao outro, mas aquela que nos permitimos ter, sem nos prendermos a conceitos e idéias pré-fabricadas, enfim, à liberdade que damos à nossa alma, que muitas vezes deixamos ser aprisionada pela nossa mente e pelos nossos pensamentos marotos. Não se ama com a mente, com os pensamentos. Ama-se com o coração, com a alma. E essa precisa de toda liberdade possível e não pode se prender aos nossos desejos egoístas. Tive, sim, a oportunidade de experimentar amores inseguros, "pedintes", feito de mágoas e ressentimentos.
Mas, nessa, não embarco mais. Ontem, ao amanhecer, disse à minha alma: "a vida é tua, assuma o leme e leva-me". E eu vou... Parabéns, amiga! Beijo grande! Té amanhã!

Everson Russo disse...

Todo amor é digno de se tirar o chapeu,,,de se tentar entender,,,buscar a cada instante da vida,,,de correr a fazer sonhar,,,de tocar nuvens,,o amor é pleno,,,é bonito,,é chuva que refresca,,,é fogo que arde,,,super beijo de lindo final de semana pra ti.

Wevertton disse...

Vdd eu tambem tiro o chapeu para o amor. é tão bom neah?! Agora eu tbm ja vivi amores que mais troxeuram problemas do que uma bela experiência. rs

Beijos e passa la ;DDD

Chica disse...

Tua reflexão foi demais verdadeira.És sempre assim por aqui! Adoro!Vale a pena um amor vivido , úmplice, companheiro ,amigo e não um chato, vigiador, tolhedor...beijos,tudo de bom,chica

Erikah Azzevedo disse...

Ô minha linda...amor é tudo..é dicotomico, ue bom seria ue ele só todo amor fosse sinonimo de amor, mas tem amor sinonimo de dor sim, e mesmo que digam , mas isso não é amor, eu sigo acreditando que seja, seja lá qualquer que seja o novo nome dado.

Certa vez escrevi isso:

Coitados dos que acham que amor é gota fina de chuva. agua fácil de se colocar em tinas

Amor é redemoinhos em marés.....maremotos nos ares. Água de tempestades.

É diluvio....mergulho...afogamento;

É sangue, Vida e morte.

É correntesa , corredeira, é enchurrada...é cachoeira … precipicio de águas .

É enchente e desabamento.

É tudo que transborda....que ocupa todos os espaços e as vezes destroe, outras consola.

Amor é vinho , é vicio.. é flâmula....é esgoto a céu aberto…amor é lixo

É tudo isso, o bem o mal, o feio o bonito e muito mais

É combustivel.

È desassossego, é calma

Inferno e paz

É larva.... é vida liquida..fundida...é fogo, mas também é lama

É chama sim, em forma de lágrima.

É placenta, líquido aminiotico...renascimento.


Amor é alma.


…Erikah Azzevedo....

Por isso discordo flor, pq é assim que sinto.

Mas uma coisa eu te digo pra essa amor que é sorriso ao invés de dor eu não tiro só o chapéu, tiro sim é a roupa inteirinha....a roupa inteirinha..hehehe

"Não importa o que se ama. Importa a matéria desse amor. As sucessivas camadas de vida que se atiram para dentro desse amor. As palavras são só um princípio - nem sequer o princípio. Porque no amor os princípios, os meios, os fins são apenas fragmentos de uma história que continua para lá dela, antes e depois do sangue breve de uma vida. Tudo serve a essa obsessão de verdade a que chamamos amor. O sujo, a luz, o áspero, o macio, a falha, a persistência."

Ines Pedrosa

meu beijo a ti flor...e olha adorei tanto a postagem que tive que me delongar mais um pouco.

Te gosto.

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Poxa amiga, escrevi um comentário tão grande e não consigo postar

ErikaH Azzevedo disse...

Por isso discordo flor, pq é assim que sinto.

Mas uma coisa eu te digo pra essa amor que é sorriso ao invés de dor eu não tiro só o chapéu, tiro sim é a roupa inteirinha....a roupa inteirinha..hehehe

"Não importa o que se ama. Importa a matéria desse amor. As sucessivas camadas de vida que se atiram para dentro desse amor. As palavras são só um princípio - nem sequer o princípio. Porque no amor os princípios, os meios, os fins são apenas fragmentos de uma história que continua para lá dela, antes e depois do sangue breve de uma vida. Tudo serve a essa obsessão de verdade a que chamamos amor. O sujo, a luz, o áspero, o macio, a falha, a persistência."

Ines Pedrosa

Meu beijo a ti flor...e olha adorei tanto a postagem que tive que me delongar mais um pouco.

Te gosto.

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Ô minha linda...amor é tudo..é dicotomico, ue bom seria ue ele só todo amor fosse sinonimo de amor, mas tem amor sinonimo de dor sim, e mesmo que digam , mas isso não é amor, eu sigo acreditando que seja, seja lá qualquer que seja o novo nome dado.

Certa vez escrevi isso:

Coitados dos que acham que amor é gota fina de chuva. agua fácil de se colocar em tinas
Amor é redemoinhos em marés.....maremotos nos ares. Água de tempestades.
É diluvio....mergulho...afogamento;
É sangue, Vida e morte.
É correntesa , corredeira, é enchurrada...é cachoeira … precipicio de águas .
É enchente e desabamento.
É tudo que transborda....que ocupa todos os espaços e as vezes destroe, outras consola.
Amor é vinho , é vicio.. é flâmula....é esgoto a céu aberto…amor é lixo
É tudo isso, o bem o mal, o feio o bonito e muito mais

É combustivel.

È desassossego, é calma
Inferno e paz
É larva.... é vida liquida..fundida...é fogo, mas também é lama
É chama sim, em forma de lágrima.

É placenta, líquido aminiotico...renascimento.

Amor é alma.

…Erikah Azzevedo....

Meri Aleixo disse...

Elaine vim do blog da Sandra Botelho
li o poema que escrevu para ela

Mulher de Deus, amei vir aqui e te ler
sou leitora de muitos blogs,
mas alguns me encantam mais
pela forma de desvendar a alma,
de falar do amor

e ao ler este teu sobre "tirar o chapéu para o amor"
Percebe-se que esse tirar o chapéu é para sensíveis, de alma gigante
alma livre, liberta dos arrolhos

estou por aqui a ler-te
vou , mais volto

Beijos Elaine

ஐ¸.*Lady *.¸ஐ disse...

Também tiro o chapéu pra você querida!
Você é um ser especial que conquistou meu carinho e admiração.
Amo vir aqui ler suas escritas.
Obrigada pelo seu carinho em meu cantinho.
Desejo muita luz e amor em sua vida.
Você merece tudo de bom.
Com carinho, Lady.
Bjoka

Aleska disse...

Oiii! já coloquei a chamada no meu blog. Obrigada pela ajuda ^_^

ErikaH Azzevedo disse...

Ô meu ano, eu não te seguia, e nem sabia..hehehe
Um erro sim mas já consertei.
BJooooo

Wanderley Elian Lima disse...

Oi Elaine
Graças a Deus eu tenho o amor assim. Uma relação onde eu posso ser eu mesmo, onde não perco a minha individualidades, baseado no respeito e na confiança. Adorei o texto.
Muitos beijos

Anne Lieri disse...

Eu tb tiro o chapéu pra vc,Elaine!Que cronica mais verdadeira e profunda,pois o amor tem que ser livre pra poder respirar e crescer!Bjs,

Marliborges disse...

Verdade, Elaine. Amor que é amor, é fonte de vida, não de morte. Esses "amores" imaturos, possessivos, mórbidos, que fazem sofrer, são tudo, menos amor. Querida, tiro o chapéu pra essa crônica. Você mandou bem. Bjssssssss

Eliana Pessoa disse...

EU TIRO MEU CHAPÉU PARA PESSOAS COMO VC ELAINE QUE NOS TRÁZ POSTS TÃO LINDOS!
Ñ TIRO MEU CHAPÉU PARA AMORES QUE SO NOS TRAZEM TRISTEZAS!
BEIJO

Fernanda Reali disse...

Postei sobre isso há pouco: ame-se e trate-se bem.

Adorei e vou retuitar.
Bjs

Kimbanda disse...

Querida, amiga Elaine.

Se o o amor tem de ser alimentado como uma fogueira, também para ser fogoso, precisa de "oxigénio", liberdade para respirar e ser criativo

amor é ensaio permanente,
é liberdade que nos prende,
quando abre os braços
em abraços
abre-os depois
para deixar voar.
e na saudade do estar a dois
a vontade de regressar.

O teu texto na parte de se lhe tirar o chapéu, não é uma utopia, é perfeitamente possível de assim vivê-lo, fazendo de cada dia um novo dia como o primeiro.

Grato pelo bom momento que aqui passei, deixo com muito carinho e amizade o meu kandando.

Marilu disse...

Belo texto querida amiga...Beijocas

M@ria disse...

"E que a minha loucura seja perdoada. Porque metade de mim é amor, e a outra metade... também."

Oswaldo Montenegro


Beijos & Flores no seu Domingo ... M@ria

Regina Rozenbaum disse...

Elaine, amada!
Nem tenho o que acrescentar...só tiro o meu chapéu! Quanto aquela "bobagem" no blog da minha engordativa de minha alma, sua irmãiga, aff... Não sei se investiria meu tempo para responder. O silêncio, muitas e muitas vezes, é a maneira mais educada de dizer NÃO. Bem, passei também para lhe dizer que deixei um mimo procê lá no Divã. Imagino que já deve ter zilhões deles rsrs e como não sei qual é sua "política" a respeito, fique à vontade, ok?
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Livinha disse...

Ôooo minha amiga... quão complexa se torna a palavra amor. Não porque ele seja complexo, mas porque nós o fazemos ser assim.
O que se tornaria tão simples, se não houvesse o egoismo, o orgulho no meio do sis...
Seria tudo tão mais fácil, se as pessoas se compreendessem mais, se posicionasse a colocar-se no lugar do outro. Se desse ao clic de reconhecimento diante de suas falhas e por aí vai desencadeando uma serie de fatores mais...
Amamos sim, no sentido da posse, no contar do que fazemos e jamais do que deixamos de fazer... Mas um dia as sombras se dissiparão. Sinto que a humanidade já esteja caminhando pra isto, assim como as geleiras estão derretendo num espaço de nosso mundo, creio que assim esteja ocorrendo nos corações humanos, um descongelo, vagoroso e sutil, mas que aos poucos vãos se dissolvendo...
É preciso acreditar e jamais perder as esperanças...

Um grande beijo pra ti Elaine.
Linda postagem e o meu desejo
de que tenhas um lindo Domingo.

Livinha

Rosemildo Sales Furtado disse...

Adorei o texto amiga, tiro o chapéu pra ti. Quanto ao amor, tiro o chapéu quando ele atinge toda a sua plenitude. O amor é o principal fomento da nossa existência.

Beijos e ótimo domingo pra ti e para os teus.,

Furtado.

Sergio disse...

Tiro o meu chapéu para o grande Romain Rolland que, sobre o amor, escreveu "aqueles a quem amamos têm todos os direitos sobre nós, até o de não nos querer mais".

Pesquise:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Romain_Rolland

Amar desse jeito, não é para qualquer amador.

"Cantinho Poético" disse...

Cartas de amor são escritas não para dar notícias,
não para contar nada, mas para que mãos separadas
se toquem ao tocarem a mesma folha de papel.

Rubem Alves

Beijos poéticos e perfumados...M@ria

Amor feito Poesia disse...

Venho agradecer o carinho da sua visita e te desejar um Domingo de muita luz e alegrias.

Beijos de coração prá coração! M@ria

Cacá disse...

Elaine, pode ser em qualquer idade, mas sem um conhecimento de si mesma a pessoa não consegue atingir a plenitude do amor. No máximo a que chega é ao engano, à paixão superficial. Para os que se olham no espelho e se sentem prontos e resposáveis pela própria obra eu tiro o meu chapéu, pois esses serão capazes de amar de verdade. Lindo texto! Abraço grande. Paz e bem.

Lilazdavioleta disse...

Elaine ,

só se pode " tirar o chapéu " ao Amor , porque o outro não o é .
É tristeza e desamor .

Beijo grande ,
Maria

José disse...

Eu tiro o chapéu
à menina Elaiane
é um anjo do céu
num corpo humano

E ao Asas Da Coruja
mesmo no Inverno
e que o mal fuja
e vá para o Inferno

Uma boa semana
é o que eu desejo
e para Elaine
deixo o um beijo

José.

ErikaH Azzevedo disse...

Saiu repetido meus comentaros aqui né flor...tentei tantas vezes e não tava conseguindo, acho que foi isso...desculpa aí a confusão viu linda.

Menina , vc falou que demorou 10 anos pra perceber, e eu pensei, ô meu pai, qtos anos ela tem hein...rsrsrs...só agora dei conta da tua idade minha flor, 50 anos bem vividos né, mas com carinha e corpitcho de 30 ...hehehe...depois me ensinas viu, depois me ensinas...rsrsrs...devem ser os olhos ou as asas de coruja né...hehehe

Gostei tanto da tuas postagem lá no meu canto que te respondi flor, como não sei se vc subscreveu o post pro teu email, decidi vim aqui te avisar.

Agradeço-te imenso o comentário viu! Adorei.

Bjos

Erikah

Sergio disse...

Elaine, em resposta aos seus agradecimentos no sônico, te digo, te instigando: se viu quem era Romain Rolland, saiba: o Livro “Jean Christophe” é a minha bíblia! Um romance que recomendo a todos os amigos e quiça os inimigos! Não se passa incólume a leitura dele. E se um dia passar diante de um sebo – hoje só se encontra em sebos e nos melhores do ramo - e lembrar-se de mim, procure-o. O problema micro, é que é um livro enorme q se desenvolve em volumes - edições de 5 ou 10 volumes. Mas ninguém resiste às 1ªs páginas. É coisa rara e imprescindível. Pode acreditar. Assim como mudou o meu modo de ver a vida, mudará o de quem o ler.

Em tempo: quando disse “os inimigos” q nem é o caso, “Jean Christophe” é indicadíssimo ao covarde q tem a piedade e a valentia no nome. Pois Romain Rolland tem esse poder, mudar a vida dos medíocres q se acham tbm!

É o que eu sempre digo à Sandra: Vá e veja!

Beijos!

Everson Russo disse...

Minha querida amiga,,,obrigado sempre pela sua amizade,,,pelas suas palavras de carinho,,,super beijo de otimo domingo e linda semana pra ti.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

Querida, tiro o chapéu pra vc!

Lidia Ferreira disse...

Adorei o texto Elaine, como sempre achei maravilhoso
E eu faço o mesmo como a Sueli tiro meu chapeu para seus texto e poemas
Agora vou no blog das meninas ver o comentário
bjs

Manuel disse...

Não uso chapéu mas faço uma vénia a tudo o que escreveu.

Pétala_Rosadinha disse...

Aiiiiiiii...dizer o que?
O texto é incrível, frenético e sensível ao mesmo tempo. Lindo!

Mas menina, como vc consegue??? É muito blog, muita criação...ufa!

Tiro meu chapéu pra ti mil vezes se preciso for.

Beijos...boa semana.

Sandra Botelho disse...

Amiga eu tiro o chapéu pra vc.
Porque tudo que vc se dispõe a escrever vc escreve com maestria e beleza.E não estou falando isso porque te amo não.
Estou falando porque é o que é...
E todo mundo vê. Alguns concordam outros não. Alguns se envolvem outros não sentem nada.
Mas tenha certeza, os que não sentem nada é porque sentem muito mais do que dizem.
Você é Foda.
Bjos no seu enorme coração!

Everson Russo disse...

Uma semana toda linda pra ti amiga...muitos beijos e carinhos.

Valéria Sorohan disse...

Lugar comum dizer da beleza do amor. Encantou-me seu texto! Sua sensibilidade ultrapassa a tela e se atira nos meus olhos, embaçando-os. Parabéns, querida....Melhor a cada dia.

BeijooO

Female disse...

Deixo-te beijos e meu carinho maior...

Luciana Klopper disse...

q coisa linda!

Rose Dayanne disse...

Gente, eu tiro o chapéu é pra essa BLOGUEIRA maravilhosa chamada Elaine... Querida estava sumida mas já voltei e adorei o texto... Vc tira o chapeu para o amor e eu faço um brinde a ele... Que seja de um todo lindo e vultuoso em alegria...
Bom passar por aqui e ler seu blog..
Saudades e como dizem por ai:
Montão de beijos!

Maria Bonfá disse...

MENINA! QUE LINDO TEXTO..ESTÁ DE TIRAR O CHAPÉU PARA VC.. ESSE AMOR QUE É CUMPLICE..COMPANHEIRO E DA A LIBERDADE..VIVE E DEIXA VIVER..É O SONHO DE TODOS..E O MEU SEMPRE FOI..PORQUE VIVER ESSE AMOR QUE MASSACRA É VIVER O INFERNO..O VERDADEIRO AMOR DEIXA O OUTRO LIVRE.. E NORMALMENTE O QUE VEMOS É O AMOR EGOISTA QUE MANIPULA E DESTROI O OUTRO.. TRISTE NÉ AMIGA? AMEI ESTAR COM VC ONTEM.. VC É NOSSA MOLEKA SAPEKA..EMBORA ONTEM NÃO ESTIVESSE MUITO..RSRSRS.. TE AMO AMIGA..BEIJÃO

"Cantinho Poético" disse...

Hoje venho agradecer o carinho de sua amizade.Te deixo um forte abraço e carinho meu...M@ria

M@ria disse...

Não importa para onde vamos seguindo,
entre nós sempre haverá a lembrança
de um olhar, de um carinho,
e da integridade de momentos sinceros.

- Mario Quintana –

Amor e paz na sua semana...Beijos mil !

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Oi,Elaine. Deu mais um show nesse texto. Sobre o comentário maldoso, liga não,outro dia recebi um bem pior. Olha Anita, perdeu o blog, tentou rcuperar fez backup e tudo o mais, mas não deu. Então criou outro é: Menina Flor. Já Já, tão logo ele tenha tempo virá visitar a todos. beijão

Jacque disse...

Boa semana, amiga. O bebe está lindo !!!!!!

Beijo

Majoli disse...

Amiga, nunca se esqueça que antes de te amar, eu te admiro e te respeito muito, certo minha coruja mais encantadora da net?
Pó pará com esse tal de pedir perdão, certo? eitaaaaaaaaaaa

Amei o dia de ontem, amei estar com você, receber seu abraço e ver esse lindo sorriso que brilha não só nos lábios, mas principalmente nos olhos.

Mesmo que a vida nos separe um dia, estarás guardada cá dentro de meu coração pra todo o sempre.

Beijossssssss
Desejo de coração minha querida que seus dias sejam de muita paz e de muito sucesso profissional.
E bola pra frente que atrás vem gente...hehehehe.

Pleiba disse...

Eu tiro o chapéu p seu lindo blog, seu cantinho é divino!!! Prazer e adorei sua visita la no meu blog seja sempre bem vinda sinta a vontade ta!!! eu fiquei tão feliz qdo vi q estava me seguindo ... obrigada ;)
Otimo dia p vc bjus

*Sonho* disse...

Olá querida amiga!
Parabéns pelo texto e pelo blog.
Quando é amor é amor e pronto né?
Só percebemos de verdade o que é quando passamos por todas as fases boas e ruins e continuamos com o mesmo sentimento, independente do outro. Aí, vamos nos alimentando de amor, nos enchendo de mais amor, e com toda certeza os que estão prontos para recebê-lo virão até nós.
bjos
Edna