Seguidores

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

A Manga e a Maçã


E essa vontade de me adocicar nas frutas...
Aliviar o amargo da língua,
Lambuzar e sentir seu doce sabor!

Tantas vezes sonhei em morder uma maçã,
Quando à vontade de me amar era pouca,
Mas, ainda persistia a cada manhã.

Muitas noites, sozinha, lembrava da manga,
Assim cortada em cubinhos e porque não misturada
Ao melhor vinho? Sabor agridoce com perna bamba!

Mordi a maça, saboreei devagar até descansar,
Senti o amor descascar,
Suave, em fina camada fatiada.

Feliz o colori com manga doce,
Temperei com alegria como se fosse,
Um pedaço de vida suspirada!

Elaine Barnes
fotos Site Olhares
Visitem também bloggirls,tem um equívoco por lá!

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Sessão Coruja-Sentei Nas Palavras


Ah hoje estou assim...assim...
De meia lua. Minguada !
Meu corpo treme e sinto que é raiva.
Ah! Enfim desocupou um banco!

Queria tirar o tamanco...
Deixar as pernas jogadas!
Ai, preciso tanto de mim!
E tem tanta gente aqui...
Eu estou tão irritada!
Tem um cara dormindo ao meu lado,
O corpo todo relaxado...
E o meu todo travado...
Sentado nas palavras!
Que dia viu! Estou sem paciência!
Esse barulho tampando o túnel do meu ouvido,
lá dentro desesperado sacodindo meu grito...
No labirinto da inconsciência.
Duvido!
Nem sei se estou cheia ou vazia!
Acho que hoje estou andando no vácuo da fé.
Com raiva também desse esmalte velho no pé!
Engoli os "s"mesmo e daí? Eu tô uma azia!
Ah, enfim meu apito!
Quero sair desse ébano,
Esse metrô é um bandido;
Então....Abre-te Sézamo !
Elaine Barnes (chutando as letras)
10/12/2008

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Dançou Meu Bem!


Xinguei teu gingado,
Esse teu quadril requebrado,
E teus braços enlaçados,
Na cintura... Dela!
Seu olhar viciado,
De puro pecado,
E o teu corpo atracado,
Levando... O dela!
Teu gingado xingado,
Pisa na pista rasgado,
E no meu coração quebrado,
É que você dança... Com ela!
Meu olhar concertado,
Encontrou um piscado,
Que me ensinou o rebolado,
E fez da minha pista...
Passarela!
Tive um beijo roubado,
E meu gingado notado,
Te deixou arrasado,
Dispensando... O dela!
Xingou meu gingado,
Nem de ouro ou pintado,
Eu te dou mais trela!

Elaine Barnes